Community

Eric Roza, CEO da CrossFit, Expõe Planos Ousados No Primeiro Town Hall

August 20, 2020 by
Enjoying Morning Chalk Up? Access additional exclusive interviews, analyses, and stories with an Rx membership.

Editor’s Note: This story was translated to Portuguese by Axel Gouveia from the original English version, which you can read here.

“Se nós formos bem sucedidos, eu acho que quando olharmos para trás daqui há 5 ou 10 anos, 80 ou 90% das academias de CrossFit vão ser fora dos Estados Unidos.” Esse foi uma das primeiras ousadas declarações que o novo CEO da CrossFit Eric Roza fez na sessão de 80 minutos do Town Hall que ele liderou junto com a Diretora da Treinamento, Nicole Carroll. Daqui pra frente Roza planeja manter um Town Hall similar a cada trimestre.

Um ponto importante: Ao responder as questões da comunidade global do CrossFit, Roza começou a desenhar uma visão a longo prazo para a CrossFit LLC, introduziu várias mudanças no topo da empresa e revelou algumas de suas principais prioridades.

Uma nova declaração de missão: A missão da CrossFit “é ser a plataforma líder mundial em saúde, felicidade e performance.”

  • Na sua discussão sobre a nova declaração da missão, Roza destacou saúde (que ele define como “não sentir dores” e ter uma vida longa), performance (ser capaz de fazer o que quer fazer, sempre melhorando) e felicidade (“tem que fazer bem”).
  • É importante notar, ele também falou sobre o fato de isso ser uma missão global, que é o motivo de incluir a palavra “mundo”, e que ele escolheu a palavra “plataforma” de propósito.
  • Roza: “O importante sobre ‘plataforma’ é que as pessoas constroem coisas em cima do CrossFit, certo?” Depois de uma pesquisa, ele concluiu que entre nutrição, roupas, editores, empresas de equipamento, donos de box e organizadores de eventos, tem mais de 100.000 pessoas que ganham a vida no espaço do CrossFit.

Aumentando o Bolo: Como ele elaborou no aspecto da ‘plataforma’ na nova declaração de missão, Roza notou que “a CrossFit não tinha o objetivo de investir no sucesso dos participantes da plataforma, todos esses ‘acionistas’.”

  • Roza: “Minha mensagem para todos que estão aqui é que nós da CrossFit estamos investidos no seu sucesso. Nós nos vemos como uma plataforma de negócios… Vamos ‘tornar esse bolo’ maior e maior ao redor do mundo, e vocês são uma parte chave disso.”
  • “Se fizermos nosso trabalho, ao invés de 100.000 pessoas trabalhando no ecossistema do CrossFit, quando olharmos pra frente, 5 ou 10 anos, vão ser meio milhão ou um milhão de pessoas, e para cada uma que ganha a vida com CrossFit, imagine quantas outras nós vamos alcançar e ajudar a ficar mais saudáveis, felizes e performarem melhor.”

Um Conselho de Diretores e o Time X: Em vários momentos durante o Town Hall, Roza se referenciou ao novo conselho de diretores, uma mudança que muitos na comunidade ficaram felizes de notar. E, introduziu o “Time X” ou time de liderança, incluindo a menção de algumas pessoas que vão trabalhar no desenvolvimento internacional, pesquisa e análise de dados e crescimento de afiliados.

COVID Rx: Como esperado, várias perguntas enviadas para o Town Hall focaram no COVID-19 e nos efeitos que ele teve em academias de CrossFit ao redor do mundo. Roza disse que a comunidade precisa estar preparada para que o vírus seja um problema até o final de 2021, mas mostrou algumas iniciativas chave do QG da CrossFit.

  • O QG vai criar um fundo “COVID Rx” para ajudar afiliados que estão passando dificuldade durante a pandemia.
  • Roza: “Nós decidimos e agora estamos trabalhando com nosso Conselho de Diretores para criar o fundo COVID Rx… ainda estamos trabalhando nos detalhes, mas… em uns dois meses, esperançosamente antes, vamos lançar um plano para ajudar – tentar ajudar academias que tiveram que fechar devido ao COVID.”
  • O QG também vai prover linhas gerais de melhores práticas para ajudar os donos de afiliados daqui pra frente. Nisso estará incluso informações desenvolvidas pela Nadia Abuelezam, uma professora da Universidade de Boston e expert em doenças infecciosas (e atleta de CrossFit) para ajudar os afiliados a manterem seus membros seguros e saudáveis. Roza planeja dar um webinário sobre essas melhores práticas em Setembro, que também vai ter informações sobre como fazer lobby com os governos locais.
  • Uma lição importante: Roza encorajou todos os donos de afiliados e os outros integrantes do ecossistema do CrossFit a considerarem que o COVID ainda vai existir em 2021 e aconselhou: “Não caia num pensamento mágico. Não crie esperanças cegas…Não tente tornar as coisas o menos pior possível. Descubra como tirar uma vitória disso. Existe uma para você. Existe uma para todo mundo aqui…porque nós vamos passar pelo COVID, provavelmente vamos sair disso até o final de 2021 e eu quero que vocês saiam com tudo.”

Diversidade, Equidade e Inclusão: Em resposta a uma questão sobre o seu ponto de vista em relação à diversidade, equidade e inclusão no CrossFit, Roza reiterou o que ele já tinha falado antes. “Racismo e sexismo são abomináveis. Eu, pessoalmente, os considero repugnantes. Dentro do CrossFit não tem espaço para eles.”

  • Roza: “Se o CrossFit prega algo, e nós sabemos que prega… Nós vemos a humanidade em comum das pessoas, não vamos discriminar ninguém e vamos buscar entrar em contato e ter certeza de que as pessoas se sintam acolhidas.”
  • Ele notou que existem queixas reais acerca desses tópicos e indicou que a CrossFit vai abordá-las através de várias iniciativas.
  • Roza contratou uma líder de inclusão e diversidade, Trish Gerlitz, que vai se reportar diretamente a ele. E criaram uma conta de email, [email protected], para recolher informações e feedbacks dos membros da comunidade sobre esses assuntos.
  • A Fundação da CrossFit vai receber uma doação de  $7 milhões (valor arrecadado por Roza e seus parceiros até o momento), e a empresa vai doar parte do seu faturamento também. Com essa doação, a Fundação vai focar em saúde pública, especificamente dentro de comunidades carentes. Como parte da iniciativa, o valor vai ajudar a financiar boxes dentro dessas comunidades.
  • Roza descreveu isso como “um clube de meninos e meninas, mas com um box onde você pode treinar, ter uma refeição saudável, aprender sobre como uma refeição saudável é,…e ser mentorado e estudar dentro do box.”

Desenvolvendo o Esporte: Enquanto a maioria das questões no Town Hall foram com foco no lado do negócio e dos afiliados, Roza também falou sobre algumas grandes aspirações que tem do lado no esporte.

  • Roza: “Vamos buscar um bilhão de espectadores de CrossFit ao redor do mundo em 10 anos.”
  • Ele também indicou que gostaria que mais atletas conseguissem viver como atletas profissionais de CrossFit. “Você consegue imaginar mais quantos atletas vão conseguir viver, e viver bem de CrossFit, se tivermos 1 bilhão de espectadores ao redor do mundo?” ele concluiu.

Get the Newsletter

For a daily digest of all things CrossFit. Community, Competitions, Athletes, Tips, Recipes, Deals and more.

This field is for validation purposes and should be left unchanged.