Your Coffee is ready.

Como o COVID-19 Mudou Nossas Prioridades: Bater PRs vs “Feliz de Estar Lá”

Aug 30, 2020 by

Seis meses atrás, Annika Buckle e seu marido começaram a fazer aulas em grupo cinco vezes na semana em Vancouver, BC, com a sua filha de cinco anos no carrinho. Annika focava bastante nos seus números dos levantamentos de peso. Bater PRs e alcançar novos benchmarks era importante para ela, ela explicou.

Esse não é mais o caso. Agora, por causa do COVID-19, o casal não consegue levar a sua filha, então eles só conseguem ir à academia três vezes por semana.

  • “Na verdade, eu não estou trabalhando em nenhum ganho físico,” ela disse. “Saber que eu não estou tão forte quanto era e sentir que não tem nada que eu possa fazer quanto a isso agora, é estranho e difícil para mim.” 

Hoje, com todos os estresses da vida, a única prioridade da Annika é ir para a academia.

  • “Se eu conseguir ir e suar, eu tenho que considerar uma vitória… Eu tenho que trabalhar bastante no meu mindset (para ser OK com isso)”, disse ela.

Panorama geral: Essa mudança na perspectiva – de buscar PRs para só estar lá já ser uma “vitória” – é algo que muitos notaram em seus membros.

  • “As pessoas estão mais gentis consigo mesmas,” disse Jennifer Broxterman, uma ex-atleta da região Leste do Canadá, que o marido é proprietário da CrossFit London, em Ontário.
  • “Eles reconhecem que estão passando por um estresse enorme, com negócios passando por momentos difíceis, ensinando as crianças em casa, lidando com incertezas, então notei que as pessoas estão felizes só de estar aqui, suar e fazer um treino menor, menos intenso, e voltar para os desafios do seu dia,” ela acrescentou.

Dois proprietários dão suas opiniões: Lucas McEmery e Angi Bowman Halvorson notaram essa mudança na atitude de seus membros, e ambos consideram ser algo bom.

“Eu amo isso,” disse McEmery, dono da Division St CrossFit em Chicago, IL.

  • “Como proprietários, nós (costumávamos) ter que lutar contra todo mundo querendo ser competidor e fazer mais e mais. Agora parece que as pessoas estão voltando a curtir a hora de ficar mais condicionado e passar um tempo com os amigos de novo,” disse McEmery.

Angie, a dona da Carlisle CrossFit em PA, mudou intencionalmente o foco da sua academia, de intensidade e PRs, para saúde e qualidade de vida para todos, independente da capacidade, condição ou limitação” no momento em que ela reabriu as portas depois da academia ficar fechada por 15 semanas.

  • “Nós voltamos nossa programação para o básico propositalmente, trabalhando até em padrões básicos de agachamento. Nós mudamos o foco da nossa cultura, de competitividade, resultados no quadro branco, para padrões de movimento corretos e mecânica,” disse ela, acrescentando que também contratou a ActiveLife, que criou um programa de “volta para a academia” que os membros da Angi estão seguindo.
  • Angi acrescentou: “Nós também estamos nos distanciando dos pesos Rx na academia e focando mais em ensinar as pessoas sobre a percepção de esforço, explicando que o que parece leve na Segunda, pode ser muito pesado na Sexta baseado na recuperação da semana, sono e alimentação. Isso é voltado para um modelo de saúde, não de competição.”

A princípio a mudança foi difícil para alguns, ela admitiu, mas as pessoas estão começando a entender como isso é melhor no longo prazo. E depois de estarem reabertos desde 18 de Junho, as pessoas estão vendo a luz(compreendendo), ela explicou.

“Nós recebemos muitos feedbacks positivos das pessoas nos últimos meses. Elas estão nos agradecendo por as ajudarmos a lidar melhor com a situação e ficar seguras”, ela disse.



, , , ,



Get The Newsletter

For a daily Digest of all things CrossFit. Community, Athletes, Tips, Recipes, Deals and more.


Read Next:

Community

Sep 21, 2020 by

Born Primitive Recognizes Healthcare Workers With 1000 Heroes Project

In early July, Born Primitive ran a campaign for healthcare professionals called the 1000 Heroes Project. The campaign

Community

Member Exclusive by

Personal Training Revenue on the Rise

Personal training revenue has all but saved Johnny Di Gregorio’s business in recent months. Or at least

Your Coffee is ready.