Novos Rostos, Novos Lugares: Atletas de Mudança em 2021

January 11, 2021 by
Image Credit: PRVN Fitness
Enjoying Morning Chalk Up? Help to ensure that we can continue to be an independent voice for the community and sport we love by supporting our journalism today.

Editor’s Note: This story was translated to Portuguese by Axel Gouveia from the original English version, which you can read here.

A temporada de 2021 dos CrossFit Games está chegando e estamos a menos de dois meses do início oficial do Open. A cada ano, o cenário competitivo muda conforme os atletas evoluem e fazem mudanças em seus regimes, incluindo treinadores, foco na programação e ambiente de treinamento.

Esta temporada não está sendo diferente e já vimos algumas mudanças de atletas conhecidos enquanto se preparam para enfrentar mais uma rodada de competições. Com isso em mente, compilamos uma lista das mudanças no novo ano confirmadas até agora, conforme os preparativos aumentam para o início do Open em 11 de março.

Flashback: durante a era das Regionais, as mudanças na localização física dos eventos tiveram grandes impactos no cenário competitivo, pois a localização do atleta ditava sua Região e, subsequentemente, em qual Regional ele competia. Isso significava uma simples mudança de cenário e também significava uma mudança no nível dos atletas em cada competição(e dificuldade relativa) que estaria no caminho da vaga para os Games.

  • Com o livro de regras de 2021 esclarecendo que a cidadania ditará sua localização competitiva (ou seja, continente), qualquer mudança de localização afetará drasticamente os atletas que vivem fora do país de sua cidadania, o que pode exigir que viajem internacionalmente para competir.

Mudanças de treinadores: Os atletas a seguir decidiram fazer uma mudança no treinador que terá a tarefa de programar e cultivar seu desenvolvimento, na esperança de uma melhora considerável em seu desempenho na tabela de classificação, ou de uma nova perspectiva em sua abordagem.

  • Brooke Wells, PRVN Fitness: A seis vezes atleta individual dos Games e 5ª colocada em 2020 está saindo da melhor posição da sua carreira, mas se separou amigavelmente do treinador de longa data Ben Bergeron e seu programa CompTrain. Wells ainda está nos estágios iniciais de seu auge, e morar na área de Nashville significa que ela estará treinando com outros atletas no QG da PRVN liderado por Shane Orr, que ajudou a esposa Tia-Clair Toomey a se tornar o indiscutível G.O.A.T.(Melhor de todos os tempos)  na divisão feminina.
  • Alec Smith, PRVN Fitness: Duas vezes atleta individual nos Games e  pódio na divisão de equipes com a CrossFit Krypton, Smith se junta a Wells. Um companheiro de treinamento regular, como outro atleta de Nashville treinando sob a bandeira da PRVN Fitness e o comando de Shane Orr e Tia-Clair Toomey. A última vez que vimos Smith em uma competição individual foi no Australia CrossFit Championship, em que ele teve que se retirar devido a complicações nas costas.
  • Will Moorad, PRVN Fitness: O atleta mais recentemente anunciado como parte do time PRVN, Moorad também treina ao lado de Smith e Wells na área de Nashville na CrossFit Trivium. Moorad foi uma das surpresa de 2019, terminando em 10º nos Games, após ficar fora do maior palco do esporte por cinco anos devido a um diagnóstico equivocado que o forçou a se aposentar temporariamente das competições.
  • Sara Sigmundsdottir, a ser anunciado: Embora não tenha havido uma confirmação final do lado da Sigmundsdottir, a duas vezes pódio nos Games confirmou que procurou um novo treinador e programa para a temporada de 2021. Faremos um relatório assim que Sigmundsdottir e sua equipe confirmarem com certeza.

Ambiente de treinamento: um punhado de atletas de ponta decidiu fazer as malas e buscar novos ares, uma nova casa e um novo ambiente de treinamento. Dadas as circunstâncias do ano passado, não é surpresa ver alguns atletas trocando de lugar para ficar mais perto dos treinadores ou se reunirem para um ambiente de treinamento mais adequado às demandas de um atleta de elite.

  • Bethany Shadburne e Danielle Brandon: duas das dez primeiras finalistas dos CrossFit Games de 2019 se estabeleceram em Las Vegas para ficar mais perto do treinador Justin Cotler e Kari Pearce, que também é treinada por Cotler. Pearce e Cotler se mudaram de Nova York para “Sin City”, durante a temporada de 2020 em meio à turbulência inicial da pandemia do COVID-19. Agora existem três ótimas atletas femininas treinando e motivando umas às outras diariamente, o que imediatamente coloca Vegas no mapa como um centro de treinamento.
  • Samuel Kwant & Amanda Barnhart: Dois atletas da CompTrain que vêm dos melhores resultados da carreira nos Games decidiram se mudar para a Nova Inglaterra para ficar mais perto do treinador Ben Bergeron e de seu time, que inclui a bicampeã Katrin Davidsdottir. Barnhart é um atleta de Bergeron há muito tempo e teve um tremendo crescimento no esporte nos últimos anos, terminando em 7º nos Games de 2019 e 2020, e Kwant surpreendeu a todos (mas não a gente) ao terminar em 2º nos Games de 2020, atrás de Mat Fraser.

Vale ressaltar: há algumas especulações sobre as eventuais circunstâncias de alguns atletas na comunidade, incluindo Tia-Clair Toomey, que está atualmente na Coreia do Sul para treinamento de bobsled, Chandler Smith e Mat Fraser. Por respeito a esses atletas e seus processos, relataremos as atualizações apenas quando tivermos uma confirmação clara.

Get the Newsletter

For a daily digest of all things CrossFit. Community, Competitions, Athletes, Tips, Recipes, Deals and more.

  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.