No Town Hall Trimestral, Roza Aborda Oportunidades e o Crescimento em Meio ao COVID-19

February 14, 2021 by
Photo credit: Eric Roza (instagram.com/rozaeric/)
Enjoying Morning Chalk Up? Help to ensure that we can continue to be an independent voice for the community and sport we love by supporting our journalism today.

Editor’s Note: This story was translated to Portuguese from the original English version, which you can read here.

O CEO da CrossFit, Eric Roza, realizou sua reunião(Town Hall) trimestral na sexta-feira e entregou várias atualizações sobre a temporada, os membros do Conselho de DEI(Diversidade, Equidade e Igualdade) e o impacto do COVID-19 nos membros da comunidade ao redor mundo.

Ele abordou onde estão os principais mercados atualmente no meio da pandemia e como a CrossFit abordará o crescimento em um mundo pós-COVID enquanto mantêm os membros seguros.

Os detalhes: Roza produziu um gráfico apresentando os 10 principais mercados para a CrossFit e como COVID-19 os está impactando atualmente. Os Estados Unidos ocuparam o topo da lista com o maior número de afiliados, seguidos do Brasil. A Holanda – que incluía Bélgica e Luxemburgo – ocupava o final da lista. Dos mercados apresentados, cinco foram totalmente fechados, enquanto os outros cinco apresentavam níveis variáveis ​​de restrições. A maioria também apresentava setas verdes, significando que os números do COVID-19 estão diminuindo.

  • “A parte com mais esperança deste slide é que, em oito de cada 10 mercados, estamos vendo a tendência do COVID ficando melhor em relação à volta do final do ano”, disse Roza. As duas exceções notáveis ​​foram Itália e França. Ambos os países estão completamente fechados, mas têm casos crescentes de COVID-19.

A principal lição: o COVID-19 continuará a ter um impacto no futuro próximo.

  • Roza forneceu o gráfico como um exemplo de onde o mundo está agora, destacando especificamente o CrossFit e seus afiliados. A situação pode mudar, resultando em vários mercados sendo abertos e diminuindo as restrições, mas Roza e sua equipe não sabem quando – ou se – isso vai ocorrer.
  • “Sabemos que o COVID estará conosco por algum tempo e continuaremos a nos manter atualizados. Mas esta é apenas a realidade com a qual estamos lidando quando pensamos sobre nossos afiliados, quando pensamos sobre a temporada do esporte do CrossFit, quando pensamos em tentar trazer novos membros para as academias ”, disse Roza.

Segurança: a transmissão de COVID-19 pode acontecer em qualquer lugar, mas Roza destacou várias pesquisas que mostram que tem sido menos provável em academias. Um inquérito europeu (SafeACTIVE) encontrou apenas 487 casos de COVID-19 em 62 milhões de visitas a academias e centros de fitness. Da mesma forma, um estudo de rastreamento de contatos no estado de Nova York descobriu que “apenas 0,06% de 46.000” das transmissões da comunidade ocorreram em academias.

  • “Isso não significa que devemos nos tornar complacentes porque a transmissão pode acontecer em qualquer lugar. E porque estamos tão focados em fazer com que as academias voltem a funcionar e que sejam reconhecidas como uma parte fundamental da saúde pública, seria realmente um retrocesso se tirássemos os olhos da bola ”, disse Roza.
  • “Posso dizer que em nossa pesquisa de afiliados que todos vocês receberam há alguns meses, encontramos dados corroborantes dizendo que a taxa de infecção com COVID – não estudamos a transmissão porque é um pouco mais difícil de rastrear – mas a taxa de infecção com COVID é significativamente menor para os membros das academias de CrossFit do que para outros. E também tende a ser menos severo quando as pessoas a contraem. ”

Crescimento considerável: o COVID-19 pode estar fazendo com que os países fechem e implementem restrições para evitar a propagação do vírus, mas o CrossFit está se expandindo em um ritmo impressionante, com um pouco mais de um mês em 2021. A apresentação de Roza mostrou o número de novos afiliados por semana, que incluiu mais de 20 na semana de 14 de janeiro.

  • “Esses números podem não parecer tão grandes para você – 10 em uma semana, oito, 12, 20, e assim por diante. Tivemos 18 na semana passada. Mas quando você olha para o curso de um ano, em média, aqui, temos mais de 750 academias abrindo em uma base anual e estamos no meio do COVID ”, disse Roza.
  • “A Europa tem sido o mercado de maior crescimento da CrossFit nos últimos cinco anos. A Europa está quase totalmente fechada e, ainda assim, tínhamos 750 novos afiliados com abertura anual desde o início do ano. ”

Conclusão: as academias CrossFit têm menos probabilidade de se tornarem pontos de acesso para a transmissão do COVID-19, mas Roza não quer que os proprietários e membros se tornem complacentes. Permanecer vigilante apenas dará continuidade a essa tendência positiva e ajudará a manter abertas as academias em todo o mundo. Isso será crítico à medida que a temporada começa a ganhar tração e a comunidade do CrossFit examina as oportunidades de crescimento contínuo em um mundo pós-COVID-19.

Get the Newsletter

For a daily digest of all things CrossFit. Community, Competitions, Athletes, Tips, Recipes, Deals and more.

  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.