Pearce Encerra A Seca Dos EUA No Pódio Com Vitória Dramática No Evento Final

October 25, 2020 by
Photo courtesy of CrossFit LLC.

Editor’s Note: This story was translated to Portuguese by Axel Gouveia from the original English version, which you can read here.

Sabíamos que a seca ia acabar esse ano, só não sabíamos qual atleta feminina ia acabar com ela. Na, possivelmente, performance mais impressionante do final de semana, Kari Pearce vendeu sua alma no evento final dos CrossFit Games 2020 e foi recompensada com um lugar no pódio, quebrando a seca que vem desde 2014.

  • “Eu fui a americana mais condicionada nos últimos dois anos, vindo para este final de semana eu sabia que uma americana iria subir novamente no pódio… Eu dei o meu melhor e estou muito feliz de ter sido a atleta que acabou com a seca!” disse Pearce.

Como ela chegou lá: Kari Pearce estava em quinto lugar indo para o evento final, com pouca esperança de que subiria no leaderboard. Ela não só teria que ganhar o evento final, mas também precisaria da ajuda de duas outras competidoras se colocando entre ela e a Haley Adams, que estava segurando o último lugar do pódio.

  • Então, o Diretor de Esporte Dave Castro anunciou como o evento final, Atalanta, seria. Um workout que incluiu, uma milha de corrida, depois 100 handstand push-ups, 200 pistol squats, 300 pull-ups e acabava com mais uma milha de corrida, tudo isso usando um colete de 14 libras.
  • No que Castro chamou de “workout final mais difícil que ele já programou,” Kari Pearce foi imediatamente escolhida como a favorita para ganhar o evento, baseado em suas impressionantes performances passadas nos Games, no Murph em 2016 e no Mary ano passado.
  • Ela não decepcionou, correndo lado a lado com a Haley Adams pela maior parte da primeira milha, e ao retornar para o Rancho para completar a parte do “Mary”, só deu Kari Pearce. Ela dominou os movimentos assim como no ano anterior, enquanto a Adams ficou para trás nos pistols e acabou abrindo as duas mãos, ficando ainda mais para trás na parte das pull-ups.
  • A Katrin Davidsdottir foi encostando e estava apenas oito repetições atrás da Pearce quando ela saiu para a corrida final. Tia-Clair Toomey, que estava fazendo ao lado do Fraser, também passou a Adams nas pull-ups, dando a Kari Pearce a sua chance.
  • Ela só precisava ficar na frente da Katrin, o que ela fez, finalizando em 47:56:60, na frente de todos os homens e mulheres competindo. Adams ficou em quarto no evento, garantindo à Pearce o lugar no pódio e o mérito de ser a americana a acabar com seca.
  • “É uma sensação incrível,” disse Pearce. “Melhor ainda do que eu poderia imaginar. Tem dado bastante trabalho, mas vale a pena. Eu sou sortuda de ter um time incrível comigo, que torna isso possível.”

Conclusão: Kari Pearce foi a americana mais condicionada em quatro dos  últimos cinco CrossFit Games. Com esse pódio, agora ela solidifica o seu argumento em grande forma.

Get the Newsletter

For a daily digest of all things CrossFit. Community, Competitions, Athletes, Tips, Recipes, Deals and more.

  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.