A Categoria Masculina dos CrossFit Games Fica Mais Díficil, Scott Panchik Retorna à Competição Individual

January 22, 2021 by
Image Credit: Jon Payne
Enjoying Morning Chalk Up? Access additional exclusive interviews, analyses, and stories with an Rx membership.

Editor’s Note: This story was translated to Portuguese by Axel Gouveia from the original English version, which you can read here.

Acabou de ser adicionado um nome importante à lista de atletas masculinos dos CrossFit Games 2021.

Na tarde de quinta-feira, o oito vezes atleta individual dos Games, Scott Panchik, anunciou via Instagram que estava voltando às competições individuais após ter competido por equipes na temporada de 2020.

Relembrando: Panchik é um dos indivíduos mais talentosos do esporte, e depois de ter tido o melhor resultado da carreira nos Games de 2019, um 4° lugar, ele fez a transição para a competição por equipes, dando a notícia de que se juntaria à equipe Mayhem Freedom durante o anúncio ao vivo do 20.1 em Austin, TX.

  • A Mayhem Freedom venceu o Strength in Depth de forma dominante para garantir seu lugar nos CrossFit Games, também venceu o Wodapalooza, antes da temporada ser interrompida devido à pandemia do COVID-19.

O recente anúncio do livro de regras e as mudanças na temporada mostraram que a competição por equipes não era mais uma opção para Panchik, já que as regras da competição da Copa  dos Afiliados, recentemente reformada, impedem qualquer atleta fora de um raio de 100 milhas do box anfitrião de competir na equipe daquele box.

Panchik atualmente mora em Ohio, a mais de 500 milhas da CrossFit Mayhem.

De volta à disputa: a competição individual masculina agora recupera um dos melhores atletas da história dos Games, sem dúvida, o indivíduo mais condicionado de todos os tempos sem um pódio na carreira, uma estatística que Panchik vai tentar mudar em 2021.

  • Em 2012, Panchik entrou em cena se classificando através da disputada Central East Regional, antes de terminar em um impressionante 4º lugar geral em Carson, conquistando sua primeira vitória de um evento dos Games no processo.
  • Ao longo dos sete anos seguintes, Panchik foi um regular candidato ao pódio, mas nunca conseguiu superar o obstáculo, apesar de terminar em 6º lugar geral ou melhor, espantosas, sete vezes em oito anos.
  • A vez em que Panchik chegou mais perto foi em 2017, quando ele terminou apenas oito pontos atrás do terceiro colocado, Patrick Vellner. Em três ocasiões diferentes, ele terminou apenas uma posição atrás do pódio nos Games.

Para o resto da divisão masculina, o caminho para o pódio e para os Games ficou mais difícil, porque o histórico do Panchik quase garante que ele vai tirar a vaga de algum atleta novato nas semifinais.

  • Seu histórico nos Games o coloca como um obstáculo para qualquer atleta que espera por uma das primeiras posições na tabela de classificação, o que tem grandes implicações no prêmio em dinheiro e na cobertura da mídia.

Uma colocação no pódio estava quase garantida em 2020 com a Mayhem Freedom, mas a competição por equipes foi cortada da temporada. Na 10ª temporada de sua carreira, o primeiro pódio de Panchik agora terá que acontecer em sua primeira temporada como pai, depois que ele e sua esposa deram as boas-vindas à filha ao mundo.

Talvez tudo o que Scott Panchik precise seja um pouco de “força de pai” para finalmente conseguir a medalha dos CrossFit Games.

Get the Newsletter

For a daily digest of all things CrossFit. Community, Competitions, Athletes, Tips, Recipes, Deals and more.

This field is for validation purposes and should be left unchanged.