CrossFit Games

Quatro Pontos Importantes Sobre a Temporada de 2021 da Reunião dos CrossFit Games com os Atletas

March 5, 2021 by
Image - CrossFit LLC
Enjoying Morning Chalk Up? Access additional exclusive interviews, analyses, and stories with an Rx membership.

Editor’s Note: This story was translated to Portuguese from the original English version, which you can read here.

Na quarta-feira, os CrossFit Games divulgaram um vídeo de uma reunião ZOOM realizada há duas semanas com atletas dos Games em seu canal oficial no YouTube.

O vídeo de 35 minutos foi apresentado pelo Head Judge e Diretor de Competição dos CrossFit Games, Adrian Bozman, enquanto fazia uma apresentação e discutia em mais detalhes como será a temporada de 2021 para os atletas, falando sobre datas importantes, melhores práticas, regras de competição pertinentes e o  novo formato. Aqui estão quatro grandes conclusões dessa reunião.

Plano de contingência das semifinais: mesmo com o anúncio de dez competições semifinais presenciais, a CrossFit reconhece que o mundo ainda está no meio de uma pandemia global e por isso criaram contingências caso os eventos ou atletas sejam afetados por restrições devido à COVID -19.

  • Existem vários atletas que atualmente vivem em países fora daqueles do qual são cidadãos e que sediarão a semifinal em que vão competir. Tia-Clair Toomey, a quatro vezes “Fittest Woman on Earth”, lidera este grupo. Ela mora e treina em Nashville, TN, mas se ela se classificar para as semifinais, terá que viajar para Austrália para competir no Torian Pro em Brisbane, Queensland.
  • Viajar e entrar na Austrália é muito desafiador devido às muitas restrições que as autoridades impuseram devido à pandemia. Atualmente, há um limite de quantas pessoas podem entrar no país e, ao entrar, devem ficar em quarentena por 14 dias às suas próprias custas, mesmo que tenham resultado negativo para COVID-19.
  • Se a CrossFit determinar que um atleta, sem culpa própria, não pode competir em sua semifinal devido às restrições da COVID-19, esse atleta então seria direcionado para competir no online “Last Chance Qualifier”.
  • Isso significa que se Toomey não puder viajar para a Austrália para competir no Torian Pro devido às restrições da pandemia, ela teria que se classificar para os Games ao terminar em primeiro ou em segundo lugar no online “Last Chance Qualifier”.
  • Se as restrições da COVID-19 impossibilitarem uma semifinal de sediar uma competição ao vivo e presencial, a CrossFit hospedará uma competição online para todos os atletas e o número de vagas que avançam para os Games permanecerá inalterado.
  • A semifinal online seria semelhante à primeira fase dos Games de 2020 e, se necessário, o anúncio de que a competição será online será feito no máximo 3 semanas antes da data da competição.
  • Bozman disse que a CrossFit está adotando uma abordagem rígida quando se trata de atletas que desejam competir no Last Chance Qualifier ao invés de suas semifinais designadas, dizendo que eles analisarão cada pedido individualmente.

Seleção de atletas para as semifinais: uma das questões levantadas por vários atletas na chamada era como os atletas seriam designados para os eventos semifinais na América do Norte e na Europa.

  • Bozman disse que a seleção seria baseada em dois fatores, a preferência do atleta e a discrição da CrossFit.
  • Os atletas poderão enviar sua preferência da semifinal que desejam disputar após as quartas de final.
  • A CrossFit irá então levar em consideração a preferência do atleta ao mesmo tempo que usa critérios como classificação, proximidade da escolha do atleta entre outros fatores.
  • A CrossFit então começará a selecionar os atletas para cada um desses eventos.

Uma temporada online: uma das maiores mudanças na trajetória dos Games neste ano, ao contrário dos anos anteriores, é que os atletas precisam se preparar para competir não em uma, mas em duas, possivelmente três ou quatro competições online do estilo do Open para conseguir seu ingresso para os 2021 NOBULL CrossFit Games.

  • Isso é diferente de anos anteriores, onde o caminho começou com o Open e depois seguiu com uma competição ao vivo, seja no formato de Regional ou Sancionado.
  • Em alguns casos, alguns atletas se classificaram competindo apenas no Open ou por meio de um Sancionado.
  • O novo formato exigirá que os atletas compitam online durante três semanas do Open, de 11 a 29 de março, seguido pelas quartas de final online, nove dias depois, de 8 a 12 de abril.
  • Existe a possibilidade de um atleta que se classificar para as semifinais ter que competir novamente online, caso essa competição seja forçada a cancelar seu evento presencial ao vivo devido às restrições da COVID-19.
  • Se um atleta não se classificar para os Games pela semifinal, mas se classificar para o “Last Chance Qualifier”, ele terá que competir em mais três dias de competição online, duas ou cinco semanas após a semifinal.
  • Há uma chance de um atleta competir em toda a temporada de 2021 (cerca de cinco meses) e não competir contra outro atleta ao vivo até os Games.

Premiação do Open: pela primeira vez na história do Open, uma premiação será concedida aos melhores atletas individuais ao final da competição.

  • A CrossFit irá premiar os cinco primeiros colocados no Open, com o vencedor geral recebendo $15.000.
  • O segundo colocado receberá $10.000, o terceiro lugar receberá $7.500, seguido pelo quarto e quinto lugar, cada um recebendo $6.000 e $5.000, respectivamente.
  • A CrossFit continuará a pagar os vencedores de cada evento do Open, cada um recebendo $2.021.

Get the Newsletter

For a daily digest of all things CrossFit. Community, Competitions, Athletes, Tips, Recipes, Deals and more.

This field is for validation purposes and should be left unchanged.